Abandono da cultura em Arapiraca é denunciado pelo presidente da Acala

Por em 10 de Julho de 2018

Cláudio Olímpio lamenta descaso do poder público com a Academia Arapiraquense de Letras e Artes

Em nota publicada no boletim informativo da Academia Arapiraquense de Letras e Artes (Acala), o presidente da instituição de cultura, Cláudio Olímpio disse que a entidade está sendo vítima de ‘um árido desdém’ por parte do poder público municipal e estadual.

Olímpio disse que a gestão municipal havia assumido o compromisso de fortalecer o trabalho da academia no desenvolvimento da arte, da cultura e da pesquisa que tem mais de 30 anos de serviços prestados à Cultura na terra de Manoel André.

“Após numerosa quantidade de viagens ao gabinete municipal, no Centro Administrativo, o gestor não teve o sábio comedimento de cumprir com sua promessa e sequer atendeu a um único pedido”, desabafou Claudio Olímpio.

“Não fazer caso e deixar fenecer a Cultura do nosso município, quer seja ela popular ou erudita, é um crime imperdoável”, acrescentou o presidente da Acala, afirmando que a postura do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) deixa evidente uma grande fragilidade intelectual.

“As flores jamais exalarão perfume para aqueles que têm os seus narizes obstruídos. Plangente pelo menosprezo, a Acala confessa publicamente o seu repúdio e desprazimento pela paupérrima repulsa a ela concedida”, completou Cláudio Olímpio.

Com blog do Davi Salsa.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *