Descentralização do Centro Administrativo de Arapiraca

Por em 1 de Junho de 2018

Uma fonte segura informou ao blog, que uma decisão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) vai descentralizar o Centro Administrativo de Arapiraca. Construído na gestão da ex-prefeita Célia Rocha (PTC) a finalidade seria abrigar todos os órgãos da gestão pública municipal.

Descentralização 02

Decorridos alguns meses órgãos do município passaram a funcionar em outros locais a exemplo da secretária municipal de Cultura que funciona na Casa da Cultura no centro da cidade e a secretaria municipal de Esportes que funciona no Ginásio João Paulo II no Parque Ceci Cunha.

Descentralização 03

De acordo com o projeto “inovador” da atual gestão, a recepção do Centro Administrativo de forma redonda onde funciona o atendimento ao público das inúmeras secretarias, será transformado em um auditório e em uma sala de reuniões. De acordo com a informação, toda a mudança está prevista para começar a ser realizada neste mês de junho.

Descentralização 04

O atendimento ao público passaria a ser realizado no Mercado do Artesanato, no Parque Ceci Cunha inclusive com o deslocamento de todos os servidores que atuam no Centro Administrativo. Qual motivo de tal modificação? Seria retirar a memória do empreendedor Antônio Rocha, pai da ex-prefeita Célia Rocha que dar nome ao moderno prédio?  O empresário deu uma grande contribuição ao desenvolvimento de Arapiraca, um nome de respeito.

Valdo Sandes defende renúncia do Padre Eraldo

O ex-presidente da Câmara Municipal de Delmiro Gouveia, empresário Valdo Sandes (PSB), defende a renúncia do prefeito Padre Eraldo Cordeiro (PSD). A acompanhando o desempenho do atual prefeito, Valdo promete começar um movimento no município em defesa da renúncia de Padre Eraldo. “Todas as cidades enfrentam dificuldades. Mas em Delmiro Gouveia a situação é muito pior.

Valdo Sandes 02

O prefeito terceirizou a gestão e a população está sofrendo mais. A prefeitura já não consegue pagar nem mais salários em dia. Atualmente o padre Eraldo ele tem 95% de reprovação, ninguém quer mas ele na prefeitura. Eu acho que ele deveria ter bom senso e renunciar ao cargo de prefeito”, desabafa.

Nova denuncia de irregularidade na Prefeitura de Arapiraca

Uma nova denúncia de supostas secularidades está movimentando os bastidores da política da cidade mais importante do interior do Estado. Um áudio que começou a circular em grupos de wattsapp de um ex-aliado do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) revela um suposto esquema de manipulação das licitações realizadas pela prefeitura do município.

Nova denuncia 02

O áudio revela o que seria um diálogo entre o empresário Adoniram Guerra, coordenador de licitações da prefeitura com alguns secretários municipais, com o objetivo de explicar a compra de móveis escolares – caso vem sendo chamado de “O mistério das Carteiras” por alguns portais de notícias da cidade. O que tem de estranho no áudio são explicações atribuídas (e não confirmadas) a Adoniram Guerra, de que alguns processos de licitação seriam feitos de “trás pra frente”, de forma a não perder recursos ou prazo.

Nova denuncia 03

Em um trecho do áudio, é possível ouvir a voz que atribuída a Guerra explicando “o que precisar assinar depois se assina, nós temos é que cobrar pra sair o empenho pra ficar na garantia dos 25%” (o que justificaria a emergência para garantir a aplicação mínima dos recursos da Educação, que deve ser de 25% no mínimo do Orçamento de cada prefeitura).

Se defende acusando

Em entrevista a uma emissora de rádio local, na manhã da última quinta-feira (31) o empresário Adoniran Guerra, se defende das acusações acusando a imprensa de culpar “inocentes” e a ex-secretária municipal de Educação, Mônica Pessoa. De acordo com Guerra, ele apenas corrigiu um erro e que o pagamento pelas carteiras e mesas não foram pagos. O que se percebe diante da defesa de Guerra, é uma gestão sem liderança, sem comando, e que as decisões são tomadas aleatoriamente.

Sessão itinerante

Pavimentação asfáltica, postos de saúde, creches, quadras poliesportivas e reposição de lâmpadas. Estes foram alguns dos principais itens reivindicados pelos moradores, na noite da última quarta-feira (30), durante mais uma Sessão Itinerante da Câmara Municipal de Arapiraca realizada na comunidade de Olho D’Água dos Cazuzinhas.

Sessão itinerante 02

Com a presença de líderes comunitários e representantes de Organizações Não-Governamentais (Ongs) o local proposto pelo vereador Dr. Fábio (PR), foi a Escola de Ensino Fundamental Otávio Loureço de Souza. A primeira a falar foi a diretora da escola, Maria Lúcia Pereira, que agradeceu em nome da comunidade a realização da Sessão Itinerante naquela comunidade.

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *