Sem quórum Legislativo não aprova presença de Teófilo para explicar sobre calote

Por em 4 de Maio de 2018

Apenas seis vereadores marcaram presença no plenário

O requerimento de autoria dos vereadores Moisés Machado (PDT) Rogério Nezinho (PMDB) Fábio Henrique (PCdoB) Sergio do Sindicato (PPS) e Léo Saturnino (MDB) não foi aprovado na sessão ordinária dessa quinta-feira ((03). Aguardado com muita expectativa pela população, o documento, pede a presença do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) no plenário do Legislativo, para explicar sobre o calote da atual gestão, a uma empresa de consultoria caso encaminhado e investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE)

O prefeito já entregou sua defesa ao Ministério Público e o fato que despertou a atenção e motivou toda polêmica foi a forma como foi conduzida a negociação em torno da contratação da empresa sem licitação, além do calote, após quase um ano, o pagamento de 10% do valor no total de R$ 60 mil, através de uma empresa de construção civil que tem como um dos sócios o secretário  de Planejamento, Orçamento e Gestão, Antônio Lenine.

O responsável pela empresa de consultoria, administrador de empresas, Luiz Lobo, em entrevista à Rádio Nova FM na tarde desta quinta-feira (03) quando afirmou que a contratação da empresa foi intermediada pelo então secretário especial da gestão de Teófilo, advogado Adriano Soares, atualmente ocupando uma função executiva na Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). De acordo com o que foi documentado e entregue ao MP o pagamento foi feito pelo sócio da empresa, Vagner Dias, através de uma transferência eletrônica direta (TED)

Marcaram presença na sessão os vereadores Gilvânia Barros (MDB) e a presidente da Casa, Graça Lisboa (PDT) e Sinielza Pessoa as três fazem parte do grupo de sustentação politica ao prefeito Rogério Teófilo. Os três que fazem do grupo de oposição ao gestor, e marcaram presença no plenário do legislativo foram Moisés Machado, Rogério Nezinho e Sérgio do Sindicato.

A matéria deve ficar sobre a mesa para discussão na próxima sessão que será realizada na próximo terça-feira, 08 deste mês de maio. A decisão é aguardada com muita expectativa da imprensa local e da população.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *