Pesquisa Ibrape aponta 73% de rejeição da gestão Teófilo

Por em 28 de Maio de 2018

Cidade enfrenta problemas na área da Saúde, Educação e serviços básicos essenciais

Decorridos quase um e meio da gestão tucana do prefeito Rogério Teófilo na cidade mais importante do interior do Estado uma pesquisa Ibrape revela que o gestor não conseguiu melhorar seus índices junto à população. De acordo com os dados da pesquisa, realizada em Arapiraca no dia 17, foram ouvidas 800 pessoas em 30 bairros de toda a cidade em diferentes regiões desde o centro a periferia.

Segundo o levantamento, 73% da população desaprovam o governo Rogério Teófilo. Outros 25% aprovam a gestão e 2% não quiseram responder. A pesquisa revelou ainda que 61% dos arapiraquenses consideram a gestão de Teófilo ruim ou péssima, 23% regular, 15% ótimo ou bom e 1% não sabem.

Ao longo dos 17 meses de gestão, o prefeito, que foi eleito com um discurso de mudança, transparência seriedade com o dinheiro público além da participação popular vem enfrentando com uma série de problemas. O maior a greve dos professores por reajuste de salários, um trauma para os estudantes que tiveram o ano letivo prejudicado. Nas Unidades Básicas de Saúde faltam médicos, medicamentos e até material básico de limpeza.

A cidade sofre com ruas esburacadas, alagamentos por falta de drenagem e saneamento básico, falta de manutenção e graves problemas de iluminação pública e coleta de lixo. Os principais parques e áreas de convívio e lazer da cidade antes cartões postais, estão abandonados e depreciados pela ação do desprezo e o tempo, a exemplo do Lago do Perucaba e Parque Ceci Cunha. Obras estão paralisadas de creches, escolas e o acesso entre o bairro Cavaco e a comunidade Fernandes estão paralisadas. A cidade também segue convivendo com os transtornos cotidianos, sem sinais de mudança em relação a gestão anterior.

Na Câmara Municipal, dos 17 vereadores, 12 fazem parte da base de apoio ao prefeito, sempre estão criticando a imprensa de noticiarem notícias falsas e improcedentes relacionadas a gestão Teófilo. Acusam de assalariados a serviço da oposição. Os maiores defensores da gestão Tucana são os vereadores; Pastor Marcos Caetano (PTC) e Melquisedeque Oliveira (PRB).e a presidente da Mesa Diretora Graça Lisboa (PDT). Os demais perderam o entusiasmo de defenderem a gestão do prefeito Rogério Teófilo, preferem silenciarem.

Com portal 7 Segundos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *