Deputado Severino Pessoa rompe com Teófilo e entrega cargos

Por em 17 de Maio de 2018

Decisão já era esperada com o afastamento da vice-prefeita das reuniões no Centro Administrativo
O que era esperado e bastante comentado nos bastidores foi concretizado no inicio da tarde desta quinta-feira (17), o deputado estadual Severino Pessoa (PRB) rompeu politicamente com o prefeito Rogério Teófilo.

O parlamentar teve participação decisiva na vitória do tucano inclusive som,ente se decidindo a enfrentar o deputado estadual Ricardo Nezinho (MDB) após a aliança com o parlamentar.
Esse rompimento foi questionado na última segunda-feira (14) em uma entrevista concedida pelo deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) no programa Na mira da notícia na Rádio Gazeta comandado pelo radialista Paulo Marcelo.

Na entrevista, Rodrigo Cunha disse desconhecer a informação, que acreditava na gestão de Teófilo e que iria se encontrar com o prefeito para se inteirar da situação.  Neste inicio de tarde, a secretária municipal de Educação Mônica Pessoa e Vanessa Sampaio entregaram seus cargos. s duas faziam parte de indicações para gestão municipal, o que confirma o rompimento entre Pessoa e Teófilo, possibilidade que já vinha sendo cogitado nos bastidores.

Desde o início do ano, a vice-prefeito Fabiana Pessoa, esposa de Severino, passou a ser ausência constante no Centro Administrativo, principalmente após a determinação do prefeito para as secretarias e órgãos não acatarem mais suas ordens.  A aliança Pessoa-Teófilo, formada visando a eleição de 2016, começou a “azedar” após o prefeito lançar a pre-candidatura a deputado estadual estadual, do Filho Moacir Neto, cujo compromisso era apoiar Fabiana Pessoa.
O estopim para o fim do “relacionamento” foi mesmo as recentes denúncias feitas pelo auditor Luiz Lobo, que acusa a administração de fazer contrato com sua empresa de forma ilegal e ainda de dar calote. “O grupo não concorda com a resposta da Prefeitura. As secretárias sabem que a auditoria foi feita e não comungam com o posicionamento da gestão nesse escândalo”, confirmou uma fonte de dentro da Prefeitura.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *