Legislativo de Arapiraca vai convocar Teófilo para explicações sobre calote

Por em 25 de Abril de 2018

Legislativo de Arapiraca vai convocar Teófilo para explicações sobre calote

Com a presença de um público expressivo a Câmara Municipal de Arapiraca realizou sessão ordinária na noite desta terça-feira (24) no auditório do Centro de Referência de Arapiraca (Cria) A grande expectativa do público seria o pedido de formação de uma Comissão Especial de Investigação (CEI) que pode ou não ser solicitada brevemente dependendo do resultado das investigações do Ministério Público Estadual.

O promotor Napoleão Amaral apura as denúncias de suposto calote a uma empresa de consultoria e o pagamento de 10% do débito total de R$ 600 mil por uma construtora que seria propriedade de um secretário de primeiro escalão através de Transferência Eletrônica Direta (TED). O pagamento foi da ordem de R4 60 mil reais.

Os vereadores Léo Saturnino, (MDB) Moisés Machado (PDT) Rogério Nezinho (MDB) Sergio do Sindicato (PPS) e Fábio Henrique (PCdoB) apresentaram à mesa Diretora um requerimento solicitando a presença do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) em uma sessão legislativa, para dar explicações sobre as denuncias veiculadas na imprensa desde o último dia 13 deste mês, e que obtiveram grande repercussão em todo o Estado.

Esse Requerimento não foi votado na sessão dessa terça-feira, pelo fato de não haver prazo para a discussão e aprovação que teria que ser dado entrada 48 horas antes da sessão ordinária.

A sessão contou com a presença de 15 dos 17 vereadores e foram registradas as ausências do vereador Fabiano Leão (MDB) que teria viajado para um evento em Brasília e Sinielza Pessoa (PSC) irmã do deputado estadual Severino Pessoa. A presidente da Casa Graça Lisboa, disse na sessão que desconhecia o motivo da sua ausência a sessão. Durante a polemica sessão.

Os vereadores que fazem parte da base de sustentação do prefeito Rogério Teófilo se excederam na defesa do gestor. Destacando sua trajetória e experiencia política. O vereador Melquisedeque Oliveira (PRB) na defesa de Teófilo, chegou a acusar a imprensa, blogs e portais de noticiarem notícias infundadas.

De acordo com o vereador, as notícias veiculadas em jornais, blogs, portais de notícias eram tendenciosas com o único objetivo segundo ele, de denegrir a imagem do prefeito Rogério Teófilo. Outra acusação grave do vereador, assegurou que blogueiros eram assalariados a serviço da oposição em Arapiraca.

O vereador Moisés Machado em seu pronunciamento afirmou que as denuncias veiculadas na imprensa em nível de Estado e que obtiveram grande repercussão foram com base nas denuncias do administrador de empresas Luiz Lobo, responsável pela empresa de consultoria e que tudo foi orquestrado pelo assessor especial do prefeito o advogado Adriano Soares. “A imprensa cumpriu o seu papel de informar com responsabilidade e imparcialidade”, completou Moisés Machado.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *