Homem que teve corpo queimado não resiste à gravidade dos ferimentos

Por em 18 de Novembro de 2017

Hospital de Emergência do Agreste emitiu nota na manhã desta sábado (18)

 O homem com problemas mentais, identificado como Edilson dos Santos Silva, 35 anos, que teve o corpo queimado durante tentativa de homicídio registrada em Arapiraca na noite da última quinta-feira (16) não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu no Hospital de Emergência Doutor Daniel Houly de Almeida. Autor do barbaro crime identificado como Luiz Paulo dos Santos, 19 anos,esta preso na Central de Policia Civil.

Confira nota do Hospital de emergência Doutor Daniel Houly de Almeida

“O Serviço Social do Hospital de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, informa do falecimento do paciente Edilson dos Santos da Silva, 34 anos, que estava internado em estado gravíssimo desde a noite de quinta-feira (16), com queimaduras em mais de 80% do corpo.

O paciente, procedente do Conjunto Jardim das Paineiras, em Arapiraca, recebeu todo o atendimento médico necessário para o caso, mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e faleceu nas primeiras horas da manhã deste sábado (18)”

Edílson dos Santos Silva seria portador de distúrbio mentais e teve seu corpo queimado por Luiz Paulo dos Santos, 19 anos, conforme investigação realizada pela Polícia Civil.

Réu confesso, ele disse que não está arrependido do que fez, conforme declarações que prestou ao repórter Mitchel Torquato.

Luiz Paulo disse em entrevista que não planejou o crime, mas admitiu que comprou a gasolina na noite do crime.

Para justificar seu ato, ele afirmou que Edílson era “tarado” e teria tentado se aproximar de um primo (de Luiz Paulo), um menino que não foi abusado.

Com o falecimento de Edílson, Luiz Paulo – que já tem passagem na polícia por tráfico de drogas – certamente deverá responder processo por homicídio.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *