Nomeação de suplentes de vereador para cargos na Prefeitura de Arapiraca repercute nos meios políticos do Agreste

Por em 20 de Setembro de 2017

Salários de 5 R$ mil seriam  esquemas para fortalecer maior número de cabos eleitorais com vistas as eleições 2018 do grupo situacionista

A  informação publicada no Portal da Transparência da Prefeitura de Arapiraca está provocando muita repercussão e polêmica, nesta quarta-feira (20), nos meios politicos nas redes sociais e da população do segundo colégio eleitoral do Estado. Segundo consta do portal, pelo menos três suplentes de vereador do município foram nomeados para cargos comissionados e passam a receber dos cofres públicos salários até R$ 5 mil.

Até o momento, foram divulgados nomes de Fábio Bernardo, conhecido como JFB, empresário Genildo das Chaves e Marcelo Casaforte que são filiados ao Partido Social Cristão (PSC), que tem como maior liderança política do município o deputado estadual Severino Pessoa, que recentemente anunciou que estava aguardando o momento oportuno para muar de partido com vistas ao seu projeto politico de disputar uma das vagas na Câmara dos Deputados.

Na eleição de 2016, Fábio Bernardo, o JFB, obteve 376 votos. Genildo Joaquim, o Genildo das Chaves, obtiveram 444 votos, enquanto Marcelo Casaforte obteve apenas 133 votos na eleição para vereador. Anteriormente outros nomes de lideranças politicas e comunitárias inclusive um ex-presidente da Federação das Associações de Moradores – (Facomar) teriam sido nomeados para cargos comissisonados com altos salários.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Arapiraca, os três suplentes de vereador estão lotados com cargos comissionados na administração pública, mas não foi detalhado o cargo de cada um deles e o órgão ao qual estão vinculados.

Número de nomeados para cargos comissionados não são transparentes para a população

A nomeação para cargos comissionados na gestão do prefeito Rogério Teófilo desde o inicio da sua gestão não são vistos com transparência para a população, contrariando o seu discurso de transparência e honestidade e zelo com o dinheiro público. No inicio de agosto deste ano, o vereador Sérgio do Sindicato (PPS) apresentou Requerimento na Câmara Municipal de Arapiraca solicitando ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB) e ao secretário de Planejamento , Orçamento e Gestão, Antônio Lenine Pereira Filho, o envio, para a Câmara Municipal, da relação e lotação de todos os cargos comissionados do 1º, 2º e 3º escalões, como também os servidores contratados da Prefeitura de Arapiraca.

De acordo com o requerimento, a relação deveria constar datas e valores dos salários. Sérgio do Sindicato justificou a solicitação, alegando que a abertura do documento tornaria mais acessível aos vereadores a quantidade de servidores contratados e comissionados, e os valores pagos no serviço público municipal.

O requerimento teve sete votos contrários: Melquisedec Oliveira, Gilvânia Barros, Professora Graça, Doutor Fábio, Sinielza Pessoa, Edvanio do Zé Baixinho e Pablo Fênix.Votaram favoráveis à solicitação, o próprio Sérgio do Sindicato, como autor, e os vereadores Fábio Henrique, Pastor Marcos Caetano, Léo Saturnino, Fabiano Leão e Willomaks da Saúde. Apesar do requerimento ter sido rejeitado na Câmara Municipal, Sérgio do Sindicato disse que vai continuar cobrando, em outras instâncias, a relação dos servidores contratados e comissionados no 1º, 2º e 3º escalões na Prefeitura de Arapiraca.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *