Greve dos professores em Arapiraca se fortalece com mais adesões

Por em 3 de Julho de 2017

União da Juventude Socialista divulgaga nota de apoio ao movimento

A greve dos trabalhadores da Educação continua em Arapiraca e a caminho de completar seus dois meses. O impasse entre os profissionais e a Prefeitura continua e com direito a cortes salariais e futuros embates no campo jurídico.

Com apoio dos pais de alunos e também de estudantes, a greve tem recebido destaque até na Câmara dos Deputados, em Brasília, por meio do deputado Paulão (PT). No contra-ataque, a Prefeitura de Arapiraca já divulgou, em veículos de comunicação “parceiros” que o discurso do petista aconteceu pelo fato dele não compor o governo tucano.

Na manhã deste sábado (1º), a União da Juventude Socialista (UJS) divulgou em suas redes sociais uma nota de apoio ao movimento grevista dos trabalhadores da Educação em Arapiraca. No documento, a representação de estudantes afirmou que a Prefeitura de Arapiraca tenta “criminalizar” a paralisação dos profissionais.

Leia a nota em sua íntegra:

A União da Juventude Socialista (UJS – Alagoas) vem por meio desta nota, declarar o seu apoio a luta dos professores de Arapiraca que cobram da Prefeitura e da Secretaria de Educação do município reajuste do piso nacional de 7,64%, melhor estrutura das escolas e a convocação da reserva técnica do último concurso para a educação. Acreditamos que essas cobranças são muito importantes, além de ser um direito já previsto na constituição, na construção de uma educação pública, gratuita e de qualidade.

É necessário destacar que a Prefeitura de Arapiraca, e alguns meios de comunicação, vêm a todo custo tentando criminalizar a Greve através de processo judicial e disseminação de opinião contrária nas rádios e sites informativos da cidade. É importante colocar a incapacidade de diálogo da prefeitura para com os profissionais da educação na construção de uma proposta justa e real que atenda as demandas da categoria.

Nós, estudantes secundaristas, universitários e a juventude como um todo, colocamos nosso total apoio a Greve e nossa disposição de luta em mais essa batalha por direitos. Acreditamos que uma educação pública e de qualidade passa intrinsecamente pela valorização dos profissionais de educação e pela disponibilização de uma estrutura adequada. Repudiamos veementemente a ameaça de desconto salarial que o Prefeito Rogério Teófilo (PSDB) lançou aos professores e estamos prontos para somar nos atos de ruas e em qualquer outro momento que venha garantir os direitos da população.

Arapiraca News-Carlos Alberto Jr.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *