Funcionário de emissora executado respondia por homicídio qualificado

Por em 13 de Maio de 2017

O funconário da 96 FM-Arapiraca Joseilton Lucena dos Santos, assassinado dentro do próprio veículo na madrugada deste sábado (13), na Avenida João Saturnino de Almeida no bairro Boa Vista,  tinha passagem pela polícia, sob acusação de homicídio qualificado.

Ele havia sido preso em um mandado de prisão, expedido pelo Juiz da Comarca de Arapiraca, Alfredo Mesquita, na operação “Perucaba”, realizada em agosto de 2013. Na época, a operação foi realizada por 120 policiais civis da Delegacia Geral, Tigre (Tático Integrado de Resgates Especiais),  Asfixia, da 4ª DRP (Delegacia Regional de Polícia), coordenados pelo delegado Regional de Arapiraca, tendo o apoio de cinco diretores de Área da Polícia Civil.

Além de Joseilton,mais dois foram presos na ação policial por outros crimes. Lucena, conhecido também como ‘Miúdinho’ era funcionário de uma rádio em Arapiraca e tinha 37 anos. Ele foi assassinado dentro do veículo depois de receber uma ligação e se dirgir ao local do crime. Informações colhidas no local do crime dão conta que quatro homens em duas motos desfiram vários tiros de pistola contra ele e o veículo que conduzia depois de persegui-lo. Até o momento  Delegacia de Homicídios de Arapiraca, Polícia não uma linha de investigação da autoria e motivação do crime que deve ter o inquerto concluído dentro do prazo máximo de 30 dias.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *