Inicio do ano letivo na rede municipal de Arapiraca poderá ser prejudicado

Por em 3 de Março de 2017

Em manifestação professores ameaçam paralisação e fazem reivindicação ao prefeito Rogério Teófilo
O ano letivo 2017, na rede municipal de Arapiraca previsto para ser iniciado no próximo dia13 deste mes, poderá ser prejudicado caso o prefeito Rogério Teófilo não atenda as reivindicações da categoria reivindicada em manifestação realizada na tarde desta quinta-fera (02) na Praça Luiz Pereira Lima no centro da cidade.    A categoria revindica reajuste salarial, pagamento dos salários do mês de dezembro de 2016, entre outras reivindicações os professores da rede municipal de ensino da cidade mais importante do interior do Estado.
Além do reajuste salarial, os educadores cobram o pagamento dos aposentados e professores contratados, aplicação do Fundo Previdenciário e pagamento das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para os 40% dos recursos e também a previsão para o pagamento do Difícil Acesso que foi suspensa na nova gestão Tucana.
De acordo com um dos organizadores do movimento, a mobilização tem o objetivo de fortalecer a luta da categoria. “Nossa data-base vence em abril e até agora não tivemos nenhuma informação se teremos aumento salarial”, declarou.Após a reunião na antiga Praça da Prefeitura, os professores seguiram até a sede do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal/Agreste), também no centro de Arapiraca.
De acordo com o presidente do sindicato, professor André Luiz da Silva, a categoria só inicia o ano letivo com um pronunciamento oficial por parte da Secretaria Municipal de Educação.“Já estivemos reunidos com a secretária Mônica Pessoa, mas ela não quis adiantar nada acerca das nossas reivindicações. Vamos tentar agendar uma reunião até a próxima semana, caso contrário, só iniciaremos o ano letivo com a nossa pauta atendida”, anunciou o sindicalista André Luiz.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *