Marketeiro defende regras claras em debate com candidatos a prefeito de Arapiraca

Por em 17 de Setembro de 2016

Para Luiz Dantas, Arapiraca não pode jogar no lixo sua tradição democrática
O professor de comunicação e marketing da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Luiz Dantas em entrevista ao blog, defende que o debate anunciado e promovido por um portal de Arapiraca e por um grupo de universitários seja realizado com regras claras e que seja formada uma comissão organizada pela entidade e tenha a aprovação por unanimidade pelos partidos políticos para promover as sanções de pena.
No seu entender, as convicções pessoais  não podem se sobrepor  ao interesse comum. “A mulher de Cezar não basta ser honesta  tem que parecer honesta”  citou Dantas. Explicou que não é possível aceitar que as entidades convoquem moderadores do debate ligados a candidatos, usem comissões ligadas a candidatos, usem local cuja regência são ligados a candidatos.
Dantas defende que tudo deve ocorrer dentro da legalidade e da ética e, sobretudo com neutralidade. “Arapiraca não pode jogar no lixo sua tradição democrática” completou  É necessário o envolvimento dos partidos  políticos e com um tempo definido para que  as regras sejam conhecidas a exemplo  de como ocorreu a sequencia de entrevistas com os candidatos majoritários de Arapiraca promovido pelo Sistema Pajuçara de Comunicação. 
“Tudo foi feito com muito profissionalismo  para uma simples sabatina” explicou Luiz
Dantas.  De outra forma pode sugerir uma “arapuca” a serviço de terceiros por razões inconfessáveis. Pode ser promovida com uma cara de legalidade e na verdade pode ser uma “armadilha” pontuou Dantas.
“Tem muita gente do nosso lado que é da imprensa querendo nos ajudar nesse debate, mas na verdade, vão nos atrapalhar muito” desabafou uma liderança ligada ao candidato situacionista pedindo para seu nome não ser mencionado.  Uma liderança ligada ao tucano Rogério Teófilo, defende que o moderador  tenha a aprovação dos  partidos e que não tenha  nenhum vinculo com nenhum dos candidatos para não prejudicar qualquer um dos outros postulantes a sucessão municipal.  

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *