Vereadora Aurélia Fernandes é descartada do grupo de oposição

Por em 21 de Julho de 2016
Tida como provável pré-candidata a prefeita ou vice de chapa, Aurélia Fernandes (PSB) foi a campo no sonho de liderar a segunda maior cidade de Alagoas.

O grupo de oposição, comandado pela própria Aurélia, Adoniran Guerra (DEM), Rogério Teófilo (PSDB) e Ricardo Barreto (PSB), nutriu nela esta esperança até o último momento. Neste mês, foi cogitada a pré-candidatura dela com apoio do deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB), mas segundo Barreto, isto seria ainda mera especulação.

Toda a demora nas decisões, característica esta que Rogério Teófilo conduz por toda a sua carreira política, levou Aurélia a pensar até em romper com o grupo para fazer composição como vice da chapa do outro pré-candidato a prefeito, Tarcizo Freire (PP). Este fato ocasionou uma quase ruptura entre a vereadora do PSB e o líder do seu partido no município, Ricardo Barreto – ela já teria até tirado as fotos oficias para a campanha com o renomado fotógrafo alagoano André Fon e postado em suas redes sociais.

O que fica claro é que “discussões” parecem mesmo estar no caminho da carreira política de Aurélia. Primeiro, foi com a atual prefeita Célia Rocha (PSL) e depois com o PMDB, partido que a lançou no meio político. Sem essas desavenças, ela hoje poderia ser a “herdeira natural” para ocupar a vaga de Ricardo Nezinho na Assembleia como deputada estadual pelo PMDB.

No entanto, a cada dia que passa, mais desafetos são criados e os elos, que ela mesma construiu, vão se rompendo.  Sem os apoios necessários, sua carreira política corre o risco de ser breve.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *