Sucessão municipal em Palmeira esquenta com ataques pessoais entre pré-candidatos

Por em 18 de Junho de 2016
Sheila Duarte diz que opositor só promete e é um grande oportunista
Com sete pré-candidatos a sucessão de James Ribeiro (PMDB) em Palmeira dos Índios  o clima começa a esquentar com ataques pessoais entre a vereadora Sheila Duarte (PT) e o seu principal opositor, o vereador Júlio Cezar (PSB). Em uma entrevista ao Jornal de Arapiraca e a Rádio Farol FM, a vereadora não citou o nome do vereador, no entanto pelas colocações os ataques tiveram endereço certo, e descartam qualquer possibilidade de uma aliança tampouco ser vice de nenhum pré-candidato.  
 Disputam os votos da cidade que já teve o celebre escritor Graciliano Ramos como prefeito, sete pré-candidatos em uma proporção de um candidato para cada 10 mil habitantes ou de um candidato para cada sete mil eleitores.  São pré-candidatos; Verônica Medeiros (PMDB) aliada do prefeito James Ribeiro, Rodrigo Gaia (PR), irmão do deputado estadual, Edval Gaia Filho, Luiz Lobo (PSL), Sheila Duarte (PT), Júlio Cezar (PSB), Flávio Targino (PRTB) e Adalberon Sá (Rede).
Alguns desses pré-candidatos não possuem oxigênio financeiro para uma campanha majoritária e dependem unicamente dos recursos do fundo partidário. Os que possuem essa condição são a ex-vice-prefeita Verônica Medeiros o ex-secretário municipal de Infraestrutura Rodrigo Gaia que tem o irmão deputado e o pai ex-deputado estadual e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado e o ex-secretário municipal de Educação Luiz Lobo.
Escolhas de pré-candidatos a vice  
A expectativa do eleitorado palmeirense é quanto à indicação dos pré-candidatos a vice-prefeito dos pretendentes ao cargo de prefeito com maior densidade eleitoral. Júlio Cezar anunciou que em um prazo de oito dias deve anunciar o seu companheiro de chapa que poderá ser o ex-secretário municipal de Agricultura da primeira gestão de James Ribeiro, Luciano Monteiro, o Luciano da Carpil, que possui forte liderança entre os agricultores da região pelo trabalho empreendedor que realiza na entidade em favor do desenvolvimento da agricultura familiar e em um projeto de recuperação de nascentes.
Por outro lado, segundo fontes chegadas ao blog, Luciano Monteiro não estaria muito interessado em ingressar nesse projeto político e seu objetivo seria se manter na presidência da Carpil e eleger seu filho vereador. Outro plano de Júlio Cezar seria a filha do ex-prefeito de Igaci, Petrucio Barbosa ou algum familiar do ex-secretário de Articulação Política, Antônio Fonseca.
Já o ex-secretário municipal de Infraestrutura, Rodrigo Gaia tem três fortes nomes para escolher como companheiro de chapa, que seria  o empresário José Leão a ex-secretária municipal de Educação, Alcineide Nascimento ou o vereador Salomão Torres (PSDB) atualmente presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal e fiel aliado da família Gaia.  

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *