Conscientização de combate ao trabalho infantil é realizado em Arapiraca

Por em 14 de Junho de 2016
Trabalho de conscientização foi realizado na comunidade de Mangabeiras e no centro da cidade  
Em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12 de junho, profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) estiveram nesta segunda-feira (13) na Praça Luiz Pereira Lima – ponto de encontro do projeto Cultura Na Praça da Prefeitura de Arapiraca em parceria com a Associação Cultural de Tradições Nordestinas de Arapiraca (ACTNA) – para realizar uma sensibilização a respeito do tema com o público não só do projeto, como também com as centenas de pessoas que transitam diariamente pela “antiga praça da prefeitura”.
Para esta ação de conscientização, além da equipe da Semas, foram escaladas para realizar as abordagens de rua e entrega de panfletos no Centro da cidade mais de 30 pessoas, dentre elas profissionais dos dois Conselhos Tutelares de Arapiraca, as crianças do projeto Bombeiro Mirim e a Polícia Mirim, e algumas secretarias da prefeitura.
“A sociedade precisa entender que o lugar de criança é na escola. Quando a criança deixa de frequentar um ambiente escolar, conviver com outras crianças, receber todo o conteúdo pedagógico, ela está prejudicando não só o futuro dela, como também da sociedade”, afirmou Anádja Gomes, secretária da Semas.
Ainda segundo Anádja, anualmente a prefeitura vem desempenhando atividades de sensibilização para minimizar cada vez mais os índices de crianças abaixo da idade mínima legal permitida para o exercício do trabalho.
Este número vem decrescendo. Hoje ainda temos alguns focos, como no lixão de Mangabeiras, mas estamos com uma força tarefa empenhada em reduzir esses dados”, finalizou Anádja.
Na última quinta-feira (9), uma equipe da Semas foi mobilizada até a comunidade Mangabeiras para fazer uma conscientização casa a casa, uma vez que a gente ainda percebe a presença de crianças junto aos catadores de resíduos daquela comunidade.

E neste domingo (12), o destino das equipes engajadas nesta atividade foi o estádio da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA). Para a surpresa da Secretaria, não foi encontrada nenhuma criança trabalhando no local, até porque há um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com os ambulantes, tanto os que ficam dentro estádio, como os que ficam fora.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *