Tarcizo pede auditoria na gestão de afilhado de Severino Pessoa no Samu Arapiraca

Por em 21 de Maio de 2016
De acordo com o parlamentar, está faltando medicamento e a estrutura do órgão está sucateada
 A gestão do médico intensivista Erivânio Alexandre Alves como diretor indicado pelo deputado estadual Severino Pessoa (PSC), no comando do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) de Arapiraca, está sendo questionada pelo deputado estadual Tarcizo Freire (PP).
Em entrevista concedida ao radialista Ailton Avlis, esta semana, na Rádio Pajuçara FM, o deputado estadual Tarcizo Freire (PP) anunciou que já protocolou junto a Secretária de Estado da Saúde uma auditoria para fiscalizar o gerenciamento no Samu de Arapiraca.
Segundo Freire, está faltando medicamentos, à estrutura do órgão está sucateada e também, de acordo com o deputado, está ocorrendo perseguições a servidores. Na entrevista, o deputado disse que funcionários capacitados, com mais de seis anos de experiência, estão sendo substituídos por pessoas sem qualificação profissional.
 As críticas não agradaram o deputado estadual Severino Pessoa, que indicou, no ano passado, o médico intensivista Erivânio Alves como diretor do Samu de Arapiraca. Implantado em 1998 com a missão de salvar vidas o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, conforme o deputado Tarcizo Freire, está enfrentando sérias e graves dificuldades para continuar mantendo a missão na cidade mais importante do interior de Alagoas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *