Presidente nacional do Partido Municipalista diz que reforma política não atendeu aos anseios da população

Por em 28 de Maio de 2016

Cezar Rozek concedeu entrevista exclusive ao blog do Roberto Gonçalves
Cesar Rozek – Administrador Partidário – Coordenador de diversas campanhas políticas, desde 2002 (Vereador, Prefeito, Deputado Estadual e Deputado Federal), auxiliou na fundação de quatro siglas nacionais, sendo Fundador e Primeiro Presidente Estadual de duas destas siglas. Atualmente presidente nacional do Partido Municipalista concedeu entrevista exclusiva ao blog. Na entrevista o dirigente nacional aborda vários assuntos do momento político nacional a exemplo da Reforma Política, avalia os primeiros dias do governo Michel Temer e fala sobre as ações do partido Municipalista em todo o pais com vistas as eleições 2018. O partido está em fase de legalização junto ao Tribunal Superior Eleitoral – (TSE)
Qual a importância desse encontro nacional para o Partido Municipalista no Pais ?
Este é nosso terceiro encontro nacional, e muito proveitoso. No Primeiro encontro, tínhamos 200 Municipalistas, isto em 2014. Agora em 2016 neste terceiro encontro nacional, já somos mais de 2.000 Municipalistas cadastrados, querendo um caminho novo. E principalmente um pedaço de chão limpo, no atual cenário político.
O partido terá diretórios em todos os estados da federação ?
Sim, já nasceremos com diretórios em todos os Estados, mas o foco é diretório em todos os Municípios, por isto é Partido Municipalista, pois nascemos das bases, de cada Município.
O Partido Municipalista está preparado para apresentar candidatos em todo o Pais nas eleições de 2018?
Isto vai depender da articulação de cada  Presidente Estadual. O foco neste momento é abrir o máximo de Presidências Municipais possíveis. O Partido Municipalista não cobra nenhum centavo de ninguém, só queremos participação. Queremos que a pessoa interessada em assumir uma presidência municipal, simplesmente faça seu cadastro em nosso site ( www.partidomunicipalista.com.br ) e nos envie 200 assinaturas de apoio mínimas, para provar que tem a mínima condição. Condição não financeira, mas condição de unir a sua população em torno de um nome e de um projeto.  Em nosso artigo primeiro, já avisamos, não são aceitos pessoas envolvidas em corrupção ou qualquer ato duvidoso ou ilegal. Queremos gente realmente das bases.
Como vê a reforma política ela é necessária nesse momento para o Pais ?
A reforma política que fizeram, não alcançou em nada os anseios da população. Uma reforma política tem que ter cláusula de barreira (votos mínimos) para uma legenda funcionar. Não sou contra a criação de partidos, afinal, quanto mais partidos, mais forte a democracia. Poucos partidos representam uma ditatura partidária na mão de poucos. Pois você não tem escolhas. Tem que escolher ser candidato entre o menos sujo. E o pior, pagando muitas vezes, mensalidades para estes partidos e sem garantia nenhuma. Uma reforma política tinha que cassar o registro de partidos comprovadamente envolvidos em corrupção.  Se quiserem diminuir partidos, é só cassar o registro dos envolvidos em corrupção e caixa dois. Inclusive isto é LEI e não cumprem. A pergunta que fica, é se sobrará algum dos atuais partidos.
Como vê a possibilidade da mudança do Regime Presidencialista para Parlamentarista ? O senhor é contra ou a favor da mudança ?
Neste momento, se me provar que 10% dos Deputados Federais, estão limpos, eu apoio o Parlamentarismo. Mas hoje, em um parlamento onde comprovadamente 60% respondem a processos até por homicídio (e não são julgados!). E os demais, é só procurar que possivelmente achará algo… Fica difícil dar mais poderes e acreditar que eles realmente estão preocupados em trabalhar pelo bem do Brasil ou do povo brasileiro.
Em um parlamento eleito e mantido por empresas. Quem eles estão defendendo.
Claro que é muito fácil passar o parlamentarismo se colocarem em pauta, afinal no plenário, estão legislando em causa própria há décadas. E quanto mais poderes eles tiverem, mais acordos e facilidades de se manterem no mesmos cargos eles terão.
Mas só serviria, para o Governo ficarmos ainda mais reféns de acordos políticos.
O Parlamentarismo, já foi colocado em consulta pública e desautorizado pela população.
Mas o que dizer de um país, onde a Lei do Desarmamento também foi colocado em consulta pública e 60% da população falou NÃO a entrega das armas e mesmo assim, o governo proibiu a posse legal de arma de fogo aos cidadãos de bem, contrariando claramente a vontade popular.
O resultado é que hoje, somos o país onde mais se mata (homicídios) no mundo e nem estamos em guerra.  Pois o bandido armado sabe que o pequeno comerciante não tem como se proteger. Ou seja, a vontade popular, é a última que vale.
Então me perguntam: Mas não é o povo que escolhe seus mandatários? A nossa resposta é NÃO. Quem escolhe, é o quem a Urna Eletrônica estiver preparada para escolher.
Em nossa posição, a Urna Eletrônica tem que ser imediatamente abolida.
Como vê os desdobramentos da Operação Lava Jato e suas consequências para a classe política ?
Eu acho ótimo. Algo inacreditável que está acontecendo e que muito me orgulha, pois também sou da “República de Curitiba”. O que mais me preocupa, é quando vemos e ouvimos as gravações (grampos telefônicos), onde todos os poderes estão envolvidos. Todos os poderes estão corrompidos. Você ouve desde a Presidente da República assinando Nomeações com cargos de Ministro para amigos terem foro privilegiado e não serem presos. Até conversas de ex presidentes da republica, senadores e o pior, membros e Juízes do STF, nossa mais alta corte, em gravações telefônicas com investigados. Mas o que dizer de um país, onde quem nomeia os Juízes do STF, são os políticos. Lógico que nomearão aquele que menos forem lhe importunar depois. Dizer hoje que os poderes são isentos e autônomos, seria muita hipocrisia. O que dizer de um STF (Supremo Tribunal Federal), que tem 9 processos contra Renan Calheiros, e não julga nenhum único processo. No mínimo é muito curiosa esta falta de competência. A “República de Curitiba” tem muito a ensinar ao STF.
Qual a previsão da concessão do registro do partido ?
A nossa grande vantagem, é que temos uma base sólida de 2.000 Municipalistas e crescendo.
Hoje já somos maiores que alguns partidos legalizados pelo TSE.
O Municipalista, com nossas Estaduais, tem total condição de coletar hoje, 3.500 fichas por mês em cada Estado. Isto dá em média pouco mais de 94 mil fichas por mês, se multiplicar pelos 26 Estados mais o DF. Um partido para ser liberado, precisa 486 mil assinaturas. É totalmente possível, liberarmos em pouco mais de cinco meses de ações de coleta de assinaturas. Com 200 assinaturas por município.
Antes da lei mudar, já tínhamos alcançado 390 mil assinaturas. Mas eles mudaram as regras, para justamente prejudicar quem não estava preparado. Mas nós já estávamos preparados para isto e para tudo, só vamos parar de incomodar, quando nos liberarem, vamos até o fim.
Então agora com o novo modelo de ficha, podemos liberar tranquilamente em 5 meses, Mas vai depender realmente de cada Estadual fazer a sua parte e fomentar as municipais. Se não fizer, certamente algum Municipal toma a frente e assume o trabalho. O que pedimos são 200 assinaturas para cada Municipal, ou que a Estadual tenha em Média 3.500 assinaturas. Ou seja, se tiver 18 municípios que completem as 200 assinaturas cada. O Estado já cumpriu sua cota.
Hoje a nosso grande vantagem, são os 2.000 membros. Se continuarmos nesta taxa de crescimento dos últimos 2 anos, daqui a mais 2 anos seremos 20 mil membros municipalistas cadastrados em nosso site. Gente que quer ser e fazer a diferença em suas cidades, sem ficar refém de sigla nem de caciques.
Como o sr, vê a atuação do líder partidário Severino Angelino a frente do partido em AL ?
O Municipalista Severino Angelino está conosco desde o começo. Foi a pessoa que iniciou os trabalhos no Estado de Alagoas e já conseguiu a liberação do Estado. Alagoas está muito bem encaminhada. Tanto que a Nacional, não interfere, quem comanda o Estado e tem total autonomia para isto, é nosso Pré Presidente Estadual, Severino Angelino, inclusive por mérito  o mesmo também já vem fazendo parte da Nacional, desde a reunião de Maio de 2016.
Como o sr. analisa o inicio do governo Michel Temer ?
Iniciou cortando Ministérios, tudo bem. Era o que o povo esperava, Mas foi uma cortina de fumaça, pois ele não cortou. Ele uniu ministérios e não enxugou a máquina pública, o pessoal continua o mesmo. Só mudaram a placa na frente do edifício.
Outra situação, é que falaram em cortar quatro mil cargos, como se fosse grande coisa. Só não falaram que o Governo Federal, tem mais 110 mil cargos à disposição, espalhados pelo Brasil todo! E cortar quatro mil, seria em torno de 3%. E mesmo assim, parece que dispensaram PT’s e Substituíram por PMDB’s . Parece quando a Presidente da República falou que iria diminuir o próprio salário… O que na prática, não aconteceu. Mesmo assim, ainda é cedo para avaliar. O tempo é senhor da razão. Mas até agora na prática, só o povo foi prejudicado.
Aproveitando a pergunta, o Presidente Michel Temer, que não conhece a realidade do povo trabalhador, espremido pelos impostos, segundo ele mesmo, plagiou uma frase que está usando:
“Não reclame da CRISE, TRABALHE!” – MICHEL TEMER.
Horas bolas… É alguém que realmente não tem respeito pelo seu povo.
Então o Partido Municipalista lançou outra placa ao lado, dizendo:
“Governo, não reclame da CRISE, DEVOLVA nosso dinheiro!” – Povo Brasileiro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *