Davi Muniz: História viva de Palmeira dos Índios

Por em 18 de Janeiro de 2010


Experiente, lúcido, afável e solidário, assim é Davi Muniz uma história viva de Palmeira dos Índios nos seus 92 anos de vida bem vividos. Foi um dos primeiros caminhoneiros da “Princesa do Sertão” a transpor as fronteiras da Serra das Pias e rodar este Pais de Norte a Sul.
Foi amigo irmão de Natalício Tenório Cavalcanti, e por inúmeras vezes foi seu hospede na sua fortaleza na cidade de Caxias na Baixada Fluminense no Rio de Janeiro durante vários anos. Em Palmeira o recebia quando das suas visitas a terra natal e fazia companhia ao velho amigo nas noitadas e muitas conversas na casa do político no bairro da Ribeira.
Davi Muniz conhece a história política de Palmeira dos Índios nos últimos 70 anos. Conhece com detalhes a saga vivenciada pela Família Mendes, uma das mais tradicionais de Palmeira dos Índios.
Foram assassinados na atividade política Humberto Mendes então deputado estadual na sessão da Assembléia Legislativa quando seria votado o impeachment do então governador Muniz Falcão no dia 13 de setembro de 1957.
Humberto Mendes era sogro do governador e grande liderança em Palmeira dos Índios. Anos depois foram assassinados os filhos de Humberto Mendes, Robson Mendes, que foi deputado estadual e prefeito de Palmeira dos Índios, anos depois também foi vitima da violência política o outro irmão o advogado Valter Mendes.
Todos esses episódios sangrentos vivenciados na década de 50 e 60 em Palmeira dos Índios e Alagoas são contados, com riquezas de detalhes por Davi Muniz. Foi amigo de Juca Sampaio, um dos maiores lideres políticos do Sertão pai do conselheiro aposentado do Tribunal de Contas de Alagoas e ex-vice-governador Geraldo Sampaio. Juca Sampaio assim como o filho Geraldo Sampaio foi vice-governador e governador de Alagoas.
Viúvo, aposentado, Davi Muniz reside na Rua Pinto de Barros, centro de Palmeira dos Índios em meio a muita história e recordações. Foi aluno do escritor e romancista Graciliano Ramos e seu vizinho em Palmeira dos Índios.
Davi Muniz é citado no livro Pequeno Dicionário Graciliânico do médico escritor já falecido, Dídimo Otto Kummer como ex-aluno do celebre escritor Graciliano Ramos juntamente com Leonardo Pinto, já falecido.
Davi Muniz descreve Graciliano “como um grande escritor e romancista, foi o melhor de todos. Agora como pessoa, era turrão, zangado, mal humorado e mal falava com as pessoas. Um simples bom dia já era algo fora do comum” descreve Davi Muniz, sobre o Mestre Graça.

5 Comentários

  1. cleodon Lima de aguiar

    25 de Setembro de 2010 at 17:59

    É preciso se tome atitudes urgente, para que se preserve à nossa cultura viva, repassando conhecimentos de acontecimentos que marcaram à nossa historia. Parabéns aos idealizadores.

  2. Gilberto Ferro

    26 de Julho de 2011 at 3:01

    Hoje temos no facebook grupo de palmeirenses denominado "A PALMEIRADA", onde pode-se emcontrar fotos, videos e depoimentos. Muito legal!! Apareçam. Davi Muniz deve ter sido colega de Eneas Simplicio, que tambem era caminhoneiro nesse periodo.

  3. Gean Mendes

    2 de Agosto de 2016 at 1:10

    Se fosse possível, queria saber mais sobre a familia Mendes de alagoas, Palmeiras dos indios.

  4. Francisca Lucia Consultora de Imóveis

    11 de Dezembro de 2016 at 3:34

    Boa noite! Olá tudo bem me desculpe incomodar eu procuro um parente próximo. Vc pode me falar se em sua família existe ou existiu alguém chamado Natalício Luiz de França ele era maquinista da rede ferroviária entre Pernambuco e Alagoas são as únicas informações que tenho.

  5. Carol Nogueira

    13 de Dezembro de 2016 at 2:28

    Opa! Eu faço parte da família Mendes de Palmeira dos Índios, parentesco um pouco distante de Humberto Mendes, mas a mesma família

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *